10 TIPOS DE JOIAS QUE VOCÊ PODE PENSAR DUAS VEZES ANTES DE USAR

O ato de adorar o corpo humano com vários tipos de ornamentação é anterior ao registro escrito. Seja na forma de pedaços de conchas e dentes de animais, ou um pedaço deslumbrante de rocha diamante, nós, humanos, aparentemente sempre encontramos uma maneira de apreciar a beleza desses dons naturais da natureza. Por isso, no artigo de hoje, vou te mostrar os 10 tipos de joias que você pode pensar duas vezes antes de usar. Você está Em Marte, o seu site de curiosidades!


📌 10ª JOIA - CABELO HUMANO:



Aparentemente, é chamado de "micro macramê" (sim, isso é uma coisa!). Era incrível e muito intrincado, uma combinação complicada e incrivelmente ornamentada de redemoinhos, torções e nós. Claramente, algum artesão com visão melhor do que a minha levou muitas horas para criar. Descobriu-se que era feito de cabelo humano. Desde 1600 até a era Victoria, joias de cabelo memorial eram comuns. Era uma prática popular chamada joia do luto, com os cabelos dos entes queridos que já partiram sendo incorporados a anéis, broches e colares.

A rainha Vitória costumava usar um pingente contendo uma mecha de cabelo de seu amado marido, o príncipe Albert, após sua morte por febre tifóide em 1861. Por sua vez, ela deu peças de joalheria feitas de seu próprio cabelo como presente. Muitas dessas peças foram dadas a seus filhos (dos quais ela tinha nove) e netos (todos os 42). Foi sugerido que, como o cabelo não se decompõe tão facilmente quanto o resto do corpo humano, é o meio perfeito para representar a vida eterna e o legado dos que partiram.


📌 9ª JOIA - DENTES HUMANOS:



Seguindo linhas semelhantes às joias feitas de cabelo humano, embora soem um pouco mais como um projeto de artesanato macabro de Ed Gein, joias de dentes humanos foram encontradas em um assentamento neolítico, datado de cerca de 9.000 anos atrás. Arqueólogos na Turquia encontraram dentes humanos que parecem ter sido usados ​​como joias em Çatalhöyük. Os molares humanos encontrados em Çatalhöyük foram deliberadamente modificados, com orifícios feitos para enfiar os dentes em um fio de couro ou seno de animal.

Rainha Victoria também é mencionada aqui, pois era a orgulhosa proprietária de um broche de esmalte onde o tufo na cabeça de o cardo é, na verdade, um dos dentes de leite de um de seus muitos filhos. Mais recentemente, a joalheira de Melbourne, designer Polly Van Der Glas, lançou uma coleção de joias com dentes humanos cravejados em prata de lei. Aparentemente, ela até oferece um desconto de 10% em joias comissionadas se você fornecer os dentes. Uma rápida pesquisa em Esty encontra mais de 790 anúncios de joias de dentes humanos, então ainda é a ornamentação escolhida por muitas pessoas por aí!


📌 8ª JOIA - LEITE MATERNO:



Sim, você leu certo - leite materno. Se você achou que o medalhão de cabelo e o broche de dente da Rainha Vic eram estranhos, agora você pode incorporar seu leite materno em uma lembrança especial extra. O leite materno é primeiro desidratado e depois misturado com uma resina epóxi ou coberto com um esmalte transparente. “Que maneira maravilhosa de preservar o 'ouro líquido' que só podemos fazer por um determinado período de tempo”, diz um produto Descrição. “Isso pode ser transmitido de geração em geração, e que presente fantástico para dar ao seu filho, a raiz de sua sobrevivência.” Outro vendedor afirma: “Nossas joias de leite materno são a forma mais bonita de comemorar sua jornada de amamentação. Seu leite materno é encapsulado em uma pedra de resina, com a opção de adicionar cabelo e / ou cordão umbilical também!”


📌 7ª JOIA - RESTOS CREMADOS (CINZAS):



As cinzas podem ser incorporadas às joias de várias maneiras. O mais básico é carregar uma pequena porção de cinzas em uma urna em miniatura, com sorte, uma com uma tampa que se encaixe bem. Outra opção é adicionar as cinzas ao vidro para formar contas ou uma peça pendente focal. O vidro é um meio altamente versátil que pode produzir uma vasta gama de cores, acabamentos, formas e texturas, portanto, adicionar cinzas à mistura é relativamente simples (ao contrário de desidratar o leite materno!).

Embora seja necessária menos de uma colher de chá de cinzas para inclusão em um pedaço de vidro sob medida, mais como 100–200 gramas (¼ – ½ libra) de cinzas ou dois a oito gramas (até ¼ onça) de cabelo é necessário para fazer um diamante memorial. As cinzas ou cabelos têm o carbono removido e purificado, então um longo processo usando alta pressão e calor acima de 2.000 ° C (3.632 ° F) cria a "semente" de diamante. A cristalização começa a ocorrer ao redor da semente de carbono e, com o tempo, um diamante bruto é formado. A qualidade e a clareza são verificadas e, em seguida, facetadas e polidas, da mesma forma que você faria com uma gema formada naturalmente.


📌 6ª JOIA - DIU:



Para aqueles que não gostam de TWAs (abreviações de três palavras), um DIU é um dispositivo intrauterino. É uma forma de contracepção reversível de ação prolongada que é colocada dentro do útero para prevenir a gravidez.FYI (outra TWA), é uma das formas mais confiáveis de contracepção, sendo mais de 99% eficaz. a designer Jacqui cria peças sob medida a partir de cabelos, dentes e até ossos para homenagear os mortos e falecidos.

No entanto, o pedido mais incomum de Jacqui, de longe, foi fazer um colar de plástico de um DIU usado - sim, aquele dispositivo intrauterino inserido em mulheres para fins anticoncepcionais. “Recusei esse trabalho porque o plástico era difícil de higienizar e não pude não garante a longevidade da peça ”, explicou Jacqui posteriormente. Então, tecnicamente, este era um item assustador, NÃO transformado em joia neste caso, mas vou apenas assumir que o cliente encontrou um artesão mais prestativo em outro lugar.


📌 5ª JOIA - INSETOS VIVOS:



Uma jovem inglesa da época maravilhou-se que, ao viajar pelo Brasil, observou: “a montanha era muito rica em vida de insetos, com as borboletas e besouros mais brilhantemente coloridos, grandes e pequenos, inclusive a variedade verde que eu só tinha visto antes de se formar. em broches, brincos, anéis ou alfinetes de gravata. ” Em uma ironia distorcida, a demanda por joias para insetos levou rapidamente as mais belas espécies à beira da extinção total. A prática evoluiu da joalheria que meramente incorporava partes de insetos e o ocasional colibri taxidermizado para extremos adicionais, colocando insetos vivos em gaiolas delicadas, que seriam então presas à roupa de uma mulher com um alfinete. Alguns besouros maiores seriam realmente incrustados com joias reais e, em seguida, presos às roupas do usuário com uma corrente fina.


📌 4ª JOIA - URÂNIO:



O urânio já foi comumente incorporado ao vidro antes de derreter e moldar para fornecer coloração e fluorescência no vidro decorativo. As proporções variam de mistura para mistura, mas descobriu-se que algumas peças contêm até 25% de óxido de urânio. Às vezes é chamado de vidro de vaselina ou vidro canário devido à sua cor amarelada e, quando sob uma luz negra ultravioleta, emite um brilho verde assustador. Antes que os efeitos do material radioativo na saúde fossem totalmente compreendidos, o vidro contendo urânio era usado para fabricar talheres e utensílios de mesa, bem como para joias. Algumas joias de cloisonné antigas também obtêm algumas de suas cores mais claras a partir de pequenas quantidades de urânio usadas no esmalte.


📌 3ª JOIA - ESTRADA DA MORTE:



Quando a designer de joias de Montana e vegetariana de longa data, April Hale, acidentalmente atropelou um esquilo com seu carro, ela quis assumir a responsabilidade pela morte em vez de ir embora. Hale chamou uma amiga para ajudá-la - surpreendentemente - a cozinhar e comer o bicho. “Tudo se resume à responsabilidade ambiental e precisamos começar a fazer mais disso”, disse Hale. “Queria agradecer ao esquilo.

Eu queria agir com reverência em relação a isso. Eu queria dizer que era mais do que apenas uma morte acidental - iria me nutrir. Eu estava assumindo a responsabilidade por minhas ações e certificando-me de reutilizar o que tinha usado". Hale vinha incorporando peles de animais encontrados em seu trabalho antes do infeliz incidente com o esquilo, mas ela admite que inicialmente teve medo até de tocar em animais atropelados. Tendo superado seu medo, ela agora coleta animais mortos, que ela retira, limpa e transforma em joias.


📌 2ª JOIA - LENTES DE CONTATO:



As joias para lentes de contato são realmente uma coisa! Pessoas que estão entediadas com globos oculares sem adornos agora têm a opção de brilhar. O artista e designer deutch Eric Klarenbeek combinou lentes de contato com um cordão de pequenos cristais e diamantes que balançam como lágrimas suspensas em suas íris. O acessório perfeito para o público Insta! Klarenbeek explica que “lentes de contato se transformam em joias, como os óculos sempre se tornaram uma representação de nossa identidade. Nosso medo da imperfeição nos faz modificar nosso ambiente e nosso ser, buscando a perfeição virtual. Não ser alguém que deveríamos ser, mas alguém que poderíamos ser. A estética é cada vez mais baseada nas capacidades do Photoshop e se torna ligeiramente a norma para cirurgia plástica em vez da natureza. As joias para os olhos mostram nossas capacidades científicas ao mesmo tempo em que mostram a beleza da imperfeição.”


📌 1ª JOIA - CÁLCULOS BILIARES:



Os cálculos biliares são depósitos endurecidos do fluido digestivo na vesícula biliar, um pequeno órgão localizado sob o fígado. Os cálculos biliares podem variar em tamanho e número e podem ou não causar qualquer tipo de sintoma. Pessoas que apresentam sintomas geralmente requerem cirurgia de remoção da vesícula biliar. A experiência de remover os cálculos biliares é bastante desagradável e, para não mencionar, muitas vezes cara, mas a maioria das pessoas simplesmente não se importa com o que acontece com os cálculos biliares que foram removidos. No entanto, algumas pessoas descobriram uma maneira criativa de usar cálculos biliares, fazendo joias de cálculos biliares. Como diz o ditado, não desperdice, não queira!



2 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo